Possibilidade de recursos para o Plano Cicloviário‏

No dia 17 de abril a coordenadora do Núcleo Amigos da
Terra/Brasil (com sede em Porto Alegre), Lúcia Ortiz,
esteve numa audiência com o Secretário Municipal da
Mobilidade Urbana, Luiz Afonso Senna, com o objetivo
de relatar os resultados de reunião tida com o
coordenador da Iniciativa de Energia Sustentável e
Mudanças Climáticas (SECCI, da sigla em Inglês)
do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID),
Juan Pablo Bonilla, dias antes em Miami, Estados
Unidos. Trata-se da possibilidade da Prefeitura obter
recursos para a implementação do Plano Diretor
Cicloviário de PortoAlegre.
Esses recursos são destinados à cooperação técnica
eprojetos pilotos na área de eficiência energética,
também no setor de transportes, e são de até um
milhão de dólares.
O Secretário Senna adiantou que a EPTC vai fazer o
encaminhamento necessário para buscar este recurso.
“O BID é extremamente ágil, competente e, se tem esta
possibilidade nós temos que ir atrás,” disse.
Atualmente, o plano cicloviário de Porto Alegre está
em fase de finalização. Prevê a execução dos primeiros
18 km, com orçamento de R$ 100 mil/km. Parte do
valor, e inclusive a construção de novos trechos, dentro
de uma rede prevista com 400 km, deve provir da
contrapartida de compensação ambiental ou mitigação
por parte de empresas e empreendimentos novos que
tenham impacto sobre as vias decirculação. A Prefeitura
também já encaminhou parte do projeto ao fundo do
Banco Mundial, mas aguarda resposta há dois anos.

*mais informações e texto original em natbrasil.org.br


Resta saber, agora, se o Plano Diretor Cicloviário
de Porto
Alegre ainda é prioridade para a atual
gestão da pasta de
mobilidade. Já com dois anos
de atraso, nem sinal daqueles
50km anunciados
em 2006 (que já reduziram pra 18km).



***texto Cristiano Hickel

3 comentários

Viram o ministro das Cidades guiando uma Caloi 100 em Brasília em prol de uma política sustentável de mobilidade urbana?
E teremos bicicletada em Porto Alegre esse mês? :-)

Reply
Anônimo mod

Venho por meio deste comunicar que a ciclovia,frente ao número 885 da Av, João Antonio da Silveira,está sendo ocupada irregularmente por um comércio de pneus usados de uma borracharia,inclusive fechando a calçada de pedestre com uma construção irregular e dificultando passagem de pedestre e ciclistas .Os pneus colocados na calçada dificulta a visão da saída de automóveis do condomínio,seguramente poderá acontecer um acidente,pois não tem a visibilidade para ver quem vem da rua ou da ciclovia.Espero que seja tomada uma providência antes que ocorra um outro acidente,pois sexta feira acorreu uma batida de carro na frente deste condomínio.

Reply
Anônimo mod

Venho por meio deste comunicar que a ciclovia,frente ao número 885 da Av, João Antonio da Silveira,está sendo ocupada irregularmente por um comércio de pneus usados de uma borracharia,inclusive fechando a calçada de pedestre com uma construção irregular e dificultando passagem de pedestre e ciclistas .Os pneus colocados na calçada dificulta a visão da saída de automóveis do condomínio,seguramente poderá acontecer um acidente,pois não tem a visibilidade para ver quem vem da rua ou da ciclovia.Espero que seja tomada uma providência antes que ocorra um outro acidente,pois sexta feira acorreu uma batida de carro na frente deste condomínio.

Reply